Morre, aos 94 anos, o escultor Corbiniano Lins


Artisita plástico pernambucano fez parte do movimento de Arte Moderna do Recife, na década de 1950, ao lado de nomes como Abelardo da Hora, Reynaldo Fonseca e Samico

Faleceu aos 94 anos, por insuficiência renal, o escultor pernambucano José Corbiniano Lins. O artista plástico estava internado há 30 dias no Hospital Albert Sabin, na Ilha do Leite. Ele sofreu uma parada cardíaca, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu.

Corbiniano fez parte do movimento de Arte Moderna do Recife, na década de 1950, ao lado de nomes como Abelardo da Hora, Reynaldo Fonseca e Samico.

Nascido em Olinda em 1924 iniciou como pintor em 1949. Em 1952, ingressa no Atelier Coletivo de Olinda.

“Junto com o coletivo de artistas que ele integrou, meu avô tem uma função muito importante para as artes plásticas em Pernambuco. Com certeza, é um dos artistas com mais obras espalhadas pelo Recife, além de ser responsável por importantes monumentos em outras cidades, com a escultura de Iracema, em Fortaleza”, afirma o neto.

Rodrigues define o avô como um artista plural. “Ele mexeu com arame, tapeçaria, alumínio fundido. A questão artística dele transitava por em pontos como a questão de animais, a celebração folclórica da gente, a parte sacra, onde o forte sempre foi São Francisco de Assis, e as mulheres, que deixaram uma forte inspiração para artistas e arquitetos de nova geração”, ressalta. A figura feminina foi tema recorrente de sua obra.

A trajetória do artista já foi tema de um documentário, intitulado Corbiniano e dirigido por Cezar Maia, exibido em festivais de cinema como o Cine PE, em 2014. O filme narra a vida e obra do escultor, além de expor uma ação de “sequestro” de muro assinado pelo artista da Compesa e mostra o processo de restauração.

Entre as obras importantes do artista, disponíveis em espaços públicos, estão O mascate, na Praça da Independência, a Restauração pernambucana, na Avenida Cruz Cabugá, e a Estátua, da Avenida Guararapes.

Fonte: Folhape e Diário de Pernambuco

Postado por Equipe Limite Zero Em: 13/Mar/2018 / Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.